Chat do Blog Sporting 2011/2012 Bem- Vindos

sábado, 21 de abril de 2012

Sporting X Athletic Bilbau


Boas,

Hoje vou falar do jogo Sporting X Athletic Bilbau, a contar para a 1º mão da meia-final da Liga Europa, que decorreu no Estádio José de Alvalade.
O Sporting exibiu-se a grande nível perante outra grande equipa o Athletic Bilbau. Ambas as equipas proporcionaram um excelente jogo de futebol, que de certeza agradou a todos aqueles que o viram, especialmente aos sportinguistas.
O Sporting entrou em campo com vontade de dominar o jogo, com uma atitude agressiva, ofensiva e sem medo nenhum do Athletic, que é uma equipa que gosta de ter a bola, algo que o Sporting não deixou. Vejo neste Sporting, agora comandado por Sá Pinto, um Sporting onde os jogadores jogam com alegria, jogam com vontade e até me atrevo a dizer, que jogam com a perfeita noção da camisola que envergam, do símbolo que tem ao peito e da importância que tem o nome Sporting Club de Portugal, algo que atualmente é cada vez mais raro devido ao grande número de jogadores estrangeiros que uma plantel têm.
Agora numa análise mais detalhada aos lances do jogo começo com o primeiro sinal de que o Sporting não estava ali para brincar e que queria ganhar, um livre, aos 4 minutos de jogo, apontado por Insúa direito a baliza, mas a figura de Iraizoz, guarda-redes do Athletic.
Depois, ao minuto 8 André Martins rouba a bola a Iturraspe e lança João Pereira pela direita, que descobre Ricky Van Wolfswinkel no meio da área basca, mas este, por sua vez, chuta a centímetro do poste direito da baliza basca. Ficava mas uma boa ação ofensiva do Sporting.
Ao minuto 12, surge a primeira ocasião de perigo para a equipa basca, num canto batido, por Susaeta, para o coração da área leonina Llorente cabeceia um pouco por cima da barra da baliza defendida por Rui Patrício.
O Athletic Bilbau deve ter gostado de criar perigo, que voltou a faze-lo ao minuto 32, desta vez por Susaeta, num remate fora da área que passou ao lado da baliza verde e branca.
A resposta do Sporting não se fez esperar, pois logo no minuto seguinte num ataque rápido conduzido por André Martins, que entrega a João Pereira que chuta as malhas laterais da baliza basca.
Susaeta, ao minuto 39, arranjou um espaço para chutar na defesa leonina, mas o remate sai para uma defesa fácil de Rui Patrício.
Minuto 42, novo ataque do Sporting, Ricky Van Wolfswinkel em posição frontal a baliza, remata ao lado da baliza.
Ultima jogada da primeira parte, Capel leva a bola pelo meio, entrega a Insúa, mas o argentino é traído pela perna esquerda que quebra na altura do remate.
0-0 era o resultado ao intervalo, mas o Sporting parecia estar melhor no jogo.
Durante o intervalo a Juve Leo ergueu uma tarja em homenagem a Iñigo, adepto do Athletic morto pela polícia, em confrontos entre os adeptos bascos e a polícia aquando do jogo Athletic X Schalke 04, atitude que foi aplaudida durante alguns minutos pelos adeptos basco. Assim se dignifica o futebol, assim é bonito de ver.
A segunda parte começou e logo ao minuto 53 fica uma grande penalidade por assinalar, após cruzamento de João Pereira, Amorebieta trava a bola com a mão. Grande penalidade por marcar a favor do Sporting, no seguimento da jogada Insúa faz falta e da origem ao livre que dá o golo do Athletic, Susaeta bate o livre, Insúa ao tentar cortar dá um toque na bola que vai direita a Aurtenetxe, que sozinho faz o golo do Athletic. Estava feito o 0-1 para o Athletic.
O Athletic após o golo ganhou um novo folgo e em vez de recuar, não avançou no terreno quis ter mais a bola e tentar marcar o 0-2 e verdade seja dita, ao minuto 58 por sorte para o Sporting é que isso não aconteceu. Canto de Susaeta, a bola passa por todos incluindo Patrício, apenas Polga de cabeça cortou a bola, mas a bola sobrou para Amorebieta, que rematou ao poste. Sorte para o Sporting.
Ao minuto 61, Marat Izmailov vê um cartão amarelo completamente desnecessário, falta dura sobre Muniain, com este amarelo Izmailov fica de fora do jogo da segunda mão no Pais Basco.
Depois veio a resposta do Sporting, ao minuto 68, Izmailov faz um cruzamento prefeito para a cabeça de Wolfswinkel, que não consegue meter a bola dentro da baliza basca.
Mas o aviso estava feito e ao minuto 76, Capel cruza para a área Iraola corta para o lugar onde ia aparecer Emiliano Insúa, que de cabeça não desperdiçou e fez o empate a 1 bola. Um golo para avançado ver.
O Sporting ganhou um novo ânimo e foi a procura do segundo, que aconteceu apenas 3 minutos depois, numa jogada de ataque Izmailov leva a bola, entrega a Capel a entrada da área que da um toque para ajeitar a bola e pomba lá para dentro. Grande remate de Diego Capel a fazer o golo para o Sporting. Esta a reviravolta feita, o Sporting estava na frente do jogo e o resultado finalmente justo. 2-1 vencia o Sporting em Alvalade ao Athletic Bilbau.
Minuto 84, momento lindo em Alvalade, e levantado o numero 11 na placa, o que queria dizer que Diego Capel ia sair, o estádio poche todo de pé para dar um grande a ovação a Diego Capel, grande momento que penso que Capel não irá esquecer tão cedo e nos, sportinguistas, também não.
Pouco depois dessa ovação Carrillo tem tudo para marcar, após cruzamento rasteiro de João Pereira, Carrillo em posição frontal manda a bola por cima.
Assim acaba o jogo 2-1 para o Sporting, uma vitória justa que da uma vantagem importante para o jogo fora.
Gostava de realçar o grande espirito da equipa e apelar a todos os sportinguistas que acompanhem o Sporting, porque como diz um cântico nosso “Isto é o Sporting”.
Já que entrei na zona dos cânticos gostava de acabar com outro cântico em homenagem ao nosso grande treinador Ricardo “Coração de Leão” Sá Pinto.

“Aperta com eles, Sá Pinto”

Saudações leoninas
Miguel Martins Amado

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário