Chat do Blog Sporting 2011/2012 Bem- Vindos

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Horsens X Sporting


Boas,

Hoje vou fazer a minha analise ao jogo AC Horsens X Sporting CP, a contar para a 1º mão do Play-off da Liga Europa e que foi disputado no CASA Arena Horsens, em Horsens, Dinamarca.
O Sporting entrou em campo obrigado a vencer, porque era a equipa claramente favorita e como tal tinha uma pressão muito maior do que a formação nórdica, que jogava sem grande pressão, para além de o Sporting ser claramente favorito tinha a pressão extra de ter empatado o ultimo jogo do campeonato, o que fez com que se começa-se a ouvir vozes dizendo que o Sporting não tinha equipa para lutar pelo título e esta era uma boa oportunidade para provar que a equipa comandada por Sá Pinto podia ir longe e calar logo as más-línguas que tentam destabilizar o nosso clube.
Agora dentro de campo, o Sporting entrou forte e com vontade de ganhar o jogo e logo aos 4 minutos de jogo Ricky Van Wolfswinkel aparece isolado na cara de Rønnow, guarda-redes da equipa dinamarquesa, mas desperdiça a excelente oportunidade de golo, apesar de o Sporting estar por cima no jogo comprovou-se o ditado popular que diz, que quem não marca sofre e foi o que aconteceu a passagem do 15º minuto quando Ken Fagerberg, arrancou pelo lado direito do ataque da equipa dinamarquesa, deixando para trás Emiliano Insúa, que não teve velocidade para acompanhar o sueco e com um cruzamento rasteiro oferece o golo a Martin Spelmann que, ao primeiro poste, só teve de encostar para fazer o 1-0 para os Horsens. Surpresa no marcador, o Sporting ao minuto 15 estava a perder. O Sporting sentiu o golo e desmoralizou, mas continuou por cima do jogo e continuava a procura de um golo, que agora lhe dava o empate e ao minuto 19 andou perto de o conseguir, um livre, a aproximadamente 30 metros da baliza, Cedric toca para Insúa que remata forte para uma nova defesa do guarda-redes dinamarquês. No final da primeira parte Carrillo ainda tentou marca, após fazer a tabelinha com Adrien, remata a baliza, mas Rønnow voltou a mostrar que tava numa noite inspiradíssima. Assim acabava a primeira parte com o Sporting muito melhor que os Horsens, mas como o que conta são os golos a formação do norte da europa ia na frente.
A segunda parte começa com mais um exemplo da grande noite que Rønnow estava a ter, e que exemplo foi esse, Marcos Rojo, já dentro da pequena área cabeceia, como mandam as regras, de cima para baixo, mas com uma defesa do outro mundo Rønnow evita aquilo que parecia um golo certo. Minuto 58 entra Labyad para a saída de Schaars, que fez um jogo muito apagado, mas esse minuto também fica marcado pelo remate colocado de Fagerberg, remate esse que foi tao colocado que, para sorte do Sporting, a bola embate no angulo de dentro da baliza e acaba por sair. O Rui Patrício não tinha hipóteses de chegar aquela bola e valeu a sorte ao Sporting. Nesta altura do jogo era os Horsens que estavam por cima e após um cruzamento Patrício soqueia a bola para fora da área, mas esta vai parar a Retov que remata para uma boa defesa de Patrício. Ao minuto 65 Zakaria Labyad fez aquilo que se lhe pede, rematar a baliza, o remate é feito á entrada da área e é defendido pelo suspeito do costume, claro, Rønnow. Ao minuto 66 Jeffren sai para a entrada de Capel, que ao minuto 78, já com André Martins em campo tendo entrado para o lugar do desgastado Elias, após um enorme passe de Labyad, cruza rasteiro para a área onde ia aparecer Carrillo que domina a bola e atira-a para o fundo das redes. Estava feito o golo do empate por parte de Carrillo!!! 1-1. Nos últimos 13 minutos o Sporting ainda tentou a vitória, mas não chegou a criar nenhuma grande oportunidade, acabando o jogo com um empate a uma bola.
O Sporting até nem jogou mal e teria conseguido um resultado diferente não fosse a noite muito inspirada de Rønnow, penso que tem de se dar os parabéns a Sá Pinto que soube mexer na equipa na altura certa e nas pecas certas, pois fez entrar Labyad e Capel que foram jogadores que ajudaram muito a conseguir o empate. Gostava de destacar 3 jogadores que chegaram agora ao Sporting, 2 deles regressados de empréstimo, jogadores esses que são Cedric, que tem estado muito solido no lado direito da defesa, Adrien, que como já tem mostrado é uma peca muito importante no puzzle da equipa do Sporting, e Zakaria Labyad, que é um jogador que me parece ter um bom remate e que não tem medo de rematar a baliza e para alem disso mostrou que pode ser o maestro do ataque da nossa equipa, como aconteceu no golo. Agora outro destaque este pela negativa é Ricky Van Wolfswinkel, mas gostava de pedir que continuem a apoia-lo pois é o nosso ponta-de-lança e quer se queira quer não é ele quem lá está e só espero que ele comece a marcar para retribuir o apoio que nos adeptos vamos dar-lhe para que consiga voltar aos golo e ajudar o Sporting a ir o mais longe possível.
Agora há jogo segunda e espero que esteja uma boa casa para apoiar a nossa equipa. Eu vou lá estar e era bom que muitos mais lá estivessem, porque o Sporting precisa dos seus adeptos, pois somos nos que demostramos a grandeza deste clube.

Saudações leoninas
Miguel Martins Amado

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário