Chat do Blog Sporting 2011/2012 Bem- Vindos

sábado, 19 de novembro de 2011

Mais uma vez o Futsal está de Parabéns

Hoje empatámos 5-5 com o Iberia Star e ficámos qualificados para a final-four da UEFA Futsal Cup, recuperando de um resultado que chegou a estar em 4-1.

Primeira parte

O jogo começou muito tático com as duas equipas a estudarem-se mutuamente e com poucas oportunidades nos primeiros minutos. O Iberia acabou por ser eficaz e, praticamente, na primeira ocasião, Bruno Melo, de primeira, na ala direita, apontou o primeiro golo do jogo.

Algo que desorientou os leões que, na jogada seguinte, fruto de uma perda de bola de Buiu, voltaram a sofrer mais um golo, desta feita por Luiz Negão.

Orlando Duarte quis de pronto reorganizar a sua equipa e pediu um desconto de tempo. Surgiu então o melhor período dos leões, caraterizado por muitas ocasiões de golo, mas pouco acerto e alguma falta de sorte à mistura. De realçar também a qualidade defensiva dos adversários que fecharam com mérito os caminhos para a sua baliza.

As coisas agravaram-se com mais um golo da formação georgiana, contra a corrente do jogo, protagonizado por João Matos que, quando tentava cortar a bola, introduziu-a na própria baliza. Os adeptos leoninos levaram as mãos à cabeça e não acreditavam no que viam, à semelhança do banco do Sporting. Foi com esta desvantagem de três golos que se seguiu para o intervalo.

Segunda parte

O descanso fez bem aos jogadores do Sporting e o “puxão de orelhas” dado por Orlando Duarte. Os leões apareceram com outra atitude, outro querer e aconteceu o que melhor podia ter acontecido ao Sporting: um golo. Marcelinho fez aquilo que a formação de Alvalade não conseguiu fazer nos primeiros vinte minutos.

A equipa empolgou-se e atravessou o melhor período do jogo. Os georgianos não respiravam e tiravam a bola como podiam. Entre defesas do guarda-redes Ton e o poste da sua baliza, o esférico não parecia querer nada com o Sporting e o 3-1 mantinha-se.

Não havia eficácia do lado dos leões, decidiu então o Iberia mostrar mais uma vez como se faz e Negão apontou o 4-1, novamente contra a corrente do jogo.

A Orlando Duarte só interessava o empate e de pronto decidiu mudar a estratégia com 13 minutos para se jogar da segunda parte.

Entrou Alex para guarda-redes avançado e entraram, de pronto, dois golos na baliza do Iberia ficando o resultado em 4-3. Deo e o próprio Alex foram os autores dos tentos dos leões que empolgaram o público presente em Odivelas.

O jogo estava propício a mais golos e eles acabaram por acontecer. A passe de Marcelinho, Deo fez o tão ansiado golo do empate, resultado que qualificava os leões.

Mas o jogo não acabava aí, e uma perda de bola de João Matos, originou mais um golo para o Iberia Star para desalento dos presentes. Daniel Sakai foi o autor do tento.

O desalento era notório, porém a equipa leonina foi buscar forças para conseguir chegar ao tão desejado golo que garantiria a qualificação. O pivot Leitão protagonizou o momento mais alto da tarde ao fazer o 5-5.

Este precioso empate manteve-se até final dando a qualificação leonina para a final-four, fase da prova à qual os leões vão apresentar candidatura para organizá-la, mais uma vez no pavilhão Multiusos de Odivelas.

Andamento marcador: 0-1, 0-2, 0-3, 1-3, 1-4, 2-4, 3-4, 4-4, 4-5, 5-5.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário